er

er

terça-feira, 31 de maio de 2011

MORTE DE POLICIAL MILITAR É NOTÍCIA EM PORTUGAL

Brasil: Quatro mortos em operação em favela do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro, 31 mai (Lusa) -- Uma operação da Polícia Militar do Rio de Janeiro resultou hoje na morte de quatro pessoas envolvidas no tráfico de droga, no morro da Pedreira, na zona norte da cidade brasileira, segundo informações da PM.

Rio de Janeiro, 31 mai (Lusa) -- Uma operação da Polícia Militar do Rio de Janeiro resultou hoje na morte de quatro pessoas envolvidas no tráfico de droga, no morro da Pedreira, na zona norte da cidade brasileira, segundo informações da PM.

De acordo com a imprensa local, entre os mortos estará o segurança do chefe do tráfico, conhecido como "Marrudo".

A ofensiva no local continua ainda neste momento, com a Polícia Militar a ocupar a região em volta da favela e as demais comunidades vizinhas, que incluem as comunidades da Pedreira, Lagartixa e Quitanda.http://www.blogger.com/img/blank.gif

Devido ao tiroteio, as aulas nos colégios próximos foram canceladas.

Até agora foram apreendidas quatro pistolas e uma espingarda, além de uma quantidade de droga ainda não contabilizada.

A incursão dos agentes militares no morro da Pedreira tem como objetivo a localização do responsável pelo assassínio do soldado Bruno Vinícius Saldanha, morto na madrugada de segunda-feira por traficantes da região.


SIC NOTÍCIAS - LEIA

domingo, 29 de maio de 2011

Morro da Providência em risco!

Esta semana o Morro da Providência continua a vivenciar o terror imposto pela prefeitura, para garantir os despejos dos moradores em nome do Projeto Porto Maravilha e de um projeto da SMH chamado Morar Carioca .

Segundo informações de moradores, a SMH os informou que o projeto do plano inclinado e do teleférico, não será mais pelo lado direito da Ladeira do Barroso, e sim pela esquerda. Esse argumento foi dado como justificativa para a remoção dos moradores de um prédio em frente à praça Américo Brum. Contudo, esse prédio foi demarcado pela SMH desde o início do processo de cadastramento, há mais ou menos 2 meses, junto com as outras casas da escadaria. A nova convocação diz para procurar uma funcionária da SMH, num atendimento “à balcão”. A informação repassada aos moradores neste balcão é que a definição da prefeitura é colocá-los em aluguel social por um ano, até que o conjunto habitacional a ser construído na Nabuco de Freitas fique pronto. Foi dito que esse prazo será de 11 meses. Outra denúncia dos moradores sobre esta abordagem da SMH é que assinando ou não a documentação todos iriam ter que sair do imóvel em um prazo de dez dias. Ou seja, as pessoas novamente foram tratadas ora como invasoras, ora como inquilinas e sempre através de formas de coação. Novamente, a abordagem da SMH ocorreu sem entregar aos moradores nenhum documento oficial com garantias, compromissos, prazos, identificação funcional da pessoal responsável pelo atendimento, etc.

Hoje, soubemos que um dos funcionários da prefeitura, obrigou a uma criança assinar os documentos para o processo de remoção!
Quando do inicio da entrega das cartas de convocação e indenização, os moradores do Morro da Providência, procuraram a defensoria através do NUTH para assessorá-los, mas após esta mudança no núcleo, nada tem sido feito para protegê-los dos processos de violação de direitos, nos diversos pontos da favela.

Apesar dos compromissos estabelecidos com a SMH durante a visita da Relatoria da Plataforma DHESC pelo Direito à Cidade, a prefeitura radicaliza seus maus procedimentos e condutas nos processos de despejos forçados. Apesar da realização da audiència pública no MPF quando pudemos expor todas as denúncias e reinvindicações, com a presença de mais de 150 pessoas, a prefeitura além de não comparecer, continua a agir como se nada os pudesse deter.

Fórum Comunitário do Porto

SAI DO ARMÁRIO CABRAL!



Governador Sérgio Cabral conta piada e imita gay no palanque
Em solenidade pública no município de Quissamã, no dia 3 de setembro de 2009, o governador do Rio, Sérgio Cabral, esteve soltinho soltinho e fez piada sobre o tamanho do pé do vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

O TV Verdade de Belo Horizonte - Exclusivo: traficantes do Rio estão invadindo BH

O TV Verdade traz, com exclusividade, a entrevista de um jovem que se apresenta como porta-voz de um dos mais procurados traficantes do Rio de Janeiro.

O rapaz alega que Antônio Francisco Bonfim Lopes, o "Nem da Rocinha", planeja gerenciar o tráfico de drogas em Belo Horizonte e está recrutando "vendedores" para o crime organizado. Ele faz declarações chocantes e uma delas diz que a ordem de queimar ônibus na capital foi dada em protesto à chegada do traficante carioca.

Ricardo Carlini pergunta ao público e aos seus convidados se Belo Horizonte está sendo invadida pelas facções criminosas. Será? Para responder, na mesa estiveram o advogado José Arteiro Cavalcanti, Cidadão Eder, o delegado João Reis e o líder comunitário Cris do Morro.

Assista os vídeos - TV VERDADE

domingo, 22 de maio de 2011

E O CASO DO BLOGUEIRO RICARDO GAMA?

POLÍCIA Quase lá!!!

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está prestes a esclarecer o assassinato de Rafael Zamora Dias, presidente da Sociedade de Ifá (espécie de candomblé) e Cultura Afro-Cubana no Brasil. Acompanhadas de perto pelo secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, as investigações apontam que o mandante do crime, de natureza passional, é graduado ocupante de cargo de confiança no governo fluminense.

RICARDOBOECHAT



Dia 02/02/2011 - O presidente da Sociedade de Ifá e Cultura Afro-Cubana no Brasil, o jornalista Rafael Zamora Diaz, de 51 anos, foi assassinado a tiros na Rua Cosme Velho. Ele estava dentro do carro, a cerca de 10 metros de sua casa, na Ladeira dos Guararapes, quando foi baleado. Rafael morreu no local.

sábado, 21 de maio de 2011

O GLOBO INSISTE EM CHAMAR OS BOMBEIROS GREVISTAS DE LARGA-VIDAS!



A juíza Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros, da Auditoria da Justiça Militar do Rio de Janeiro, revogou nesta sexta feira a prisão preventiva dos líderes do movimento de greve dos bombeiros militares. Foram soltos o major Luiz Sergio Lima, os capitães Alexandre Machado Marchesini e Lauro César Botto, o 1º sargento Valdelei Duarte e o cabo Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos tiveram a prisão decretada no dia 13 de maio por incitamento à prática de crimes militares, como descumprimento de missão, deserção e recusa de obediência.
Abuso de autoridade com o aval do governador. Na verdade eram seis presos, pois no dia da primeira prisão que foi do capitão Lauro Botto, um tenente foi preso porque encostou na viatura onde estava o capitão PRESO.
ASSISTA O VÍDEO ABAIXO






quinta-feira, 19 de maio de 2011

Sergio Cabral e Eduardo Paes querem transformar o Rio de Janeiro na capital do Mundo Gay. E não estão medindo esforços.


Sergio Cabral Filho realmente está extrapolando em sua intransigente defesa da homoafetividade. Ao autorizar que policiais e bombeiros homossexuais de exibam usando fardas e desfilando nas viaturas durante a próxima Parada Gay, ele passou completamente dos limites.

A opção sexual é uma questão meramente pessoal, se o soldado ou o bombeiro quiser se vestir de Carmem Miranda ou Tina Turner para soltar a franga e se divertir no desfile, nada contra, é claro. Mas usar as fardas e as viaturas da Polícia ou do Corpo de Bombeiros, sem dúvida, é um bocado de exagero.

Já dá até para visualizar a cena, com os bombeiros gays em fila em cima do caminhão-tanque, com a longa mangueira d’água entre as pernas, a fazerem evoluções eróticas, enquanto os soldados da PM, aplaudidos entusiasticamente por sua Excelência o Sr. Governador, também fazem sensuais manifestações, se contorcendo e exibindo os fuzis como se fossem alegorias de mão.

O presidente da Associação dos Ativos, Inativos e Pensionistas das Polícias e Bombeiros, Miguel Cordeiro, que não gosta de palhaçada nem intimidades, disse que vai entrar na Justiça, para derrubar a decisão do governador Sérgio Cabral.

O representante sindical dos bombeiros ressalva que não se trata de preconceito, é apenas uma “questão de segurança”. “Não temos nada contra os policiais e bombeiros homossexuais. Mas acho estranho o governador liberar o carro, gastando gasolina do estado, para eles participarem de algo de caráter particular. Além disso, se você usar a viatura para ir a um evento, deixará desguarnecidas áreas que precisam de segurança” – diz Cordeiro, levantando ainda outro problema. “Se o policial for fardado, isso significa que irá armado. Quem usa fuzil, por exemplo, vai deixar na viatura ou levar para a passeata?”

Mas o governador não quer nem saber. Apoiado pelo prefeito Eduardo Paes, o objetivo dele é transformar o Rio de Janeiro na capital mundial da homoafetividade. E ao invés da ararinha azul, o símbolo da cidade será o veadinho Bambi. Vai ser um sucesso, podem crer.

Tribuna da Imprensa

quarta-feira, 18 de maio de 2011

QUAL É A ORIENTAÇÃO SEXUAL DO GOVERNADOR?

Deputado do PDT põe em dúvida a orientação sexual de Cabral

O sempre polêmico deputado estadual Paulo Ramos (PDT) acaba de fazer um irônico discurso, no plenário da Assembleia Legislativa, contra a liberação dos militares, anunciada pelo governador Sérgio Cabral, para a participação em eventos gays. De acordo com o governador, os militares fluminenses podem usar as fardas, e até os veículos da corporação, em paradas gays, por exemplo.

Ramos perdeu a linha e partiu para o ataque, dizendo que gostaria de aproveitar e perguntar qual é a orientação sexual do governador. Afirmou que, na época em que Cabral era presidente da Assembleia, esta era uma dúvida que assombrava os corredores. No fim de seu discurso, Ramos conclamou o governador a vestir, na próxima parada gay, roupas de acordo com sua orientação sexual. O deputado também citou nominalmente o secretário do Ambiente, Carlos Minc, que assina com Cabral algumas leis em benefício dos homossexuais.

FONTE: http://extra.globo.com/noticias/extra-extra/deputado-do-pdt-poe-em-duvida-orientacao-sexual-de-cabral-1840589.html

quinta-feira, 12 de maio de 2011

O Globo tenta desmoralizar a manifestação dos bombeiros

O jornal O Globo chama os manifestantes de LARGA-VIDAS ao invéis de apoiá-los, isso demonstra sua parceria com o governador Sérgio Cabral.
Fora ORGANIZAÇÕES GLOBO!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Cabral ainda não apresentou defesa ao recurso que pede a cassação de seu mandato

Sérgio Cabral Filho está ameaçado com a cassação do mandato

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, ainda não apresentou sua defesa ao recurso que pede a cassação do atual mandato junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O processo se soma aos outros 13 pedidos contra a expedição de diploma de governadores eleitos em 2010. Dois desses recursos contestam a eleição da governadora do Maranhão, Roseana Sarney. Os processos mais recentes pedem a cassação de Sérgio Cabral e do governador do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli.

No caso de Sérgio Cabral, a acusação é de abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação durante sua campanha à reeleição. O recurso foi proposto por Fernando Peregrino e também acusa Cabral de abuso de poder econômico, o que teria causado desequilíbrio na disputa com outros candidatos. O relator é o ministro Hamilton Carvalhido.

Já o governador André Puccinelli é alvo de recurso apresentado pela coligação adversária. A alegação é de que ele teria praticado abuso de poder econômico, abuso de poder político, abuso de autoridade e uso indevido dos meios de comunicação social. Quem relata este processo é a vice-presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha.

Os outros governadores que tiveram seus mandatos questionados pertencem aos seguintes estados: Acre, Alagoas, Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima e Tocantins. Até o momento, três recursos já estão em fase de produção de provas. São especificamente os recursos contra os governadores de Alagoas, Tocantins e Rio Grande do Norte. Nesses processos, já foi determinada a oitiva de testemunhas, a juntada de documentos ao processo e o depoimento dos acusados.

2006

Em relação às eleições de 2006, foram apresentados no TSE sete recursos que pediam a perda do mandato de governadores. Em três deles o resultado foi a cassação do mandato dos acusados: Maranhão, Paraíba e Tocantins.

Assista à reportagem:


CORREIO DO BRASIL

SE ELE É TÃO QUERIDO E FOI ATÉ REELEITO, PQ DO APARATO POLICIAL?

Cabral visita a mãe em hospital sob forte esquema de segurança

Um forte aparato policial foi montado nesta quarta-feira para que o governador Sérgio Cabral visitasse a mãe, Magali de Oliveira Cabral Santos, no Hospital Samaritano, em Botafogo, Zona Sul do Rio.

Segundo informações do hospital, Magali estaria na unidade para se submeter a exames cardiológicos. O estado de saúde dela ainda é desconhecido.


JORNAL O DIA

segunda-feira, 9 de maio de 2011

POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS RUMO A ALERJ


AMANHÃ DIA 10 DE MAIO ÀS 14 HORAS A CHAPA VAI ESQUENTAR EM FRENTE A ALERJ!
VAMOS PARTICIPAR E APOIAR OS VERDADEIROS HERÓIS DO RIO DE JANEIRO.

Ex-subsecretário Executivo da Secretaria de Estado de Saúde, César Romero Vianna Júnior

Um dia de fúria

Personagem que ganhou uma ficha vistosa nos corredores da justiça por acusação de fraude em licitação pública, o ex-subsecretário Executivo da Secretaria de Estado de Saúde, César Romero Vianna Júnior, agora enfrenta problemas com a Lei Maria da Penha.

Na última terça-feira ele compareceu ao plantão da 82ª Delegacia de Itaipu, Niterói, para responder por agressões praticadas contra a ex-esposa Simone Pina Vianna dentro de sua casa, em Itaipu.

No Boletim de Ocorrências (01274/0081/2011), Simone narra que a fúria do seu ex é decorrente de uma proposta mal resolvida na divisão de bens. Eles estão em fase de divórcio e Romero quer sua assinatura num documento de separação consensual. Até aí tudo bem, mas o bicho pega é na divisão do espólio. O documento que Romero levou à casa da ex-esposa em Itaipu só menciona alguns. Os que não estariam devidamente declarados ficaram de fora. A mulher que sabe de tudo e mais um pouco disse que não assinava e nem assina.

Ela narrou que o homem estava possesso, a ponto de trancá-la num quarto para agredi-la a socos no olho. O resultado desta fúria foi comprovado nos exames: desvio de septo nasal, um dedo do pé quebrado e várias lesões pelo corpo. Ele nega tudo. Disse que visitou a ex-esposa porque ela o chamou por meio de uma ligação para o seu celular.

César Romero é primo de Verônica Vianna, esposa do atual Secretário de Estado de Saúde, Sérgio Côrtes. Eles andam juntos e misturados desde os tempos em que ocupavam cargo no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO). Portanto, é homem de confiança do czar da saúde fluminense.

Ele responde a seis processos contra a administração pública, sendo dois criminais e quatro por improbidade administrativa, por suspeitas de fraudar licitações durante a ocupação do cargo público. Os processos estão na 9ª e 19ª Vara Criminal e 4ª Vara Federal Pública.

Em Niterói ele continua desfilando como O Cara. Atualmente mora numa mansão localizada em Itacoatiara, bairro nobre.

Na trilha de Romero

A 4ª Vara de Fazenda Pública abriu processo para julgar o ex-subsecretário executivo da Secretaria estadual de Saúde (Sesdec), Cesar Romero Vianna Júnior, dois funcionários da secretaria e as empresas Toesa Service, Scar Rio e Multi Service por improbidade administrativa.

Eles são acusados pelo Ministério Público estadual de fraudar a licitação que contratou, no ano passado, a Toesa para fazer a manutenção de 111 ambulâncias. Os preços do negócio estariam superfaturados.

Segundo o MP, o contrato provocou um prejuízo de R$ 2,6 milhões aos cofres do Estado. Na ação civil pública, os promotores pediram o ressarcimento do dinheiro e que a Toesa fique proibida de firmar contratos com o poder público por cinco anos.

ROBERTO BARBOSA

ENTREVISTA COM O BLOGUEIRO RICARDO GAMA

Não existe país livre sem imprensa livre”, diz blogueiro que levou 3 tiros no Rio

Por Eduardo Sá, 07.05.2011

Ricardo Gama ainda com as sequelas dos tiros que recebeu em atentado no Rio.

O blogueiro Ricardo Gama foi alvo de um atentado no dia 23 de março, quando tomou 6 tiros pelas costas perto de sua casa, em Copacabana, na zona sul do Rio. Sua principal suspeita é queima de arquivo, para silenciar alguém que sustenta críticas ácidas à prefeitura e ao governo do estado. Gama foi internado imediatamente no hospital Copa D’Or, onde foi submetido a cirurgia, e sobreviveu às três balas que entraram no seu corpo. Uma delas ainda se encontra alojada em sua cabeça.

Nesta entrevista o ex-advogado, com 40 anos, pai de dois filhos pequenos e com a esposa aos 9 meses de outra gravidez, fala sobre as modificações nas comunicações de massa e explica de onde veio sua necessidade de criar um blog. Apesar de ver a morte de perto, sua expectativa é criar um site de notícias e continuar trabalhando com o mesmo ponto de vista: fazendo denúncias em defesa do povo e defendendo a liberdade de expressão. Para ele, “a internet vai conseguir quebrar o monopólio dos grandes meios de comunicação”.

Nesse atentado qual a sua maior suspeita, você relaciona a algo específico?

O blog, com certeza. Ontem (11/04) várias pessoas vieram me lembrar de um detalhe que eu já sabia e tinha me esquecido, eu sou testemunha de um processo de cassação do governador Sérgio Cabral. É sobre a questão do vídeo do Leandro (durante a inauguração de obras do PAC de Manguinhos, em 2009), que o governador chama o menino de otário, e sobre campanha eleitoral. Meus amigos disseram que não querem criar teoria da conspiração, mas me alertaram desse processo que eu sou testemunha chave. Me contaram há 4 meses atrás, e eu vou ter que comparecer. Pedi para o advogado a cópia da petição, porque eu nunca tinha visto esse processo, e eu sou arrolado como testemunha desde a entrada do processo, isso tem 8 meses. Não estou dizendo que o meu atentado tem alguma coisa a ver com esse processo, mas a gente passa a desconfiar de tudo depois que toma 6 tiros na rua.

De onde surgiu essa sua necessidade de ter um blog e sustentar opiniões críticas?

Eu sempre gostei de internet, fui um dos primeiros brasileiros a ter computador. Desde a época do TK 85, CP 200, MSX, sempre fui muito viciado em computador. Tanto que eu nunca imaginei que fosse fazer uma faculdade de direito, sempre achei que faria uma faculdade de informática. Eu com 12 anos, quando ninguém tinha computador, já era viciado naquela porcaria. Só que o destino fez com que eu acabasse entrando na área de humanas, e me afastei da área tecnológica, mas nunca larguei a informática. Sou viciado em internet e tudo que você imaginar de aparelho tecnológico, internet é um negócio surpreendente.

O Blog eu comecei em casa, o primeiro vídeo que eu fiz foi lá no Fórum. Eu estava com uma camerazinha, que eu usava para fotografar processos: eu filmei um advogado sendo preso por uns PM’s. Achei aquele negócio meio complicado, coloquei no youtube e deu a maior repercussão. Três meses depois um amigo meu me chamou no morro Dona Marta, porque o governador foi inaugurar um negócio lá. Ele tinha fechado o teleférico e os moradores começaram a reclamar querendo subir, e eu pedi para um segurança e os caras na maior grosseria. De repente eu vejo o carro da comitiva do governador: 15 carros emplacados em Minas Gerais, Belo Horizonte. Eu achei aquilo estranho, ai a ficha caiu. Provavelmente é carro terceirizado, de locadora, mas quer dizer que o IPVA compensa mais em Minas? Será que o governador não privilegiou determinada empresa? Peguei minha máquina e comecei a fotografar as placas dos carros, e nisso vieram três caras me jogando numa parede chapiscada e eu caio no chão, câmera para um lado e eu pro outro. Todos de terno e gravata: “Está fotografando o que ai?” “Eu sou advogado, calma cara, estou fotografando os carros”. Ai eles começaram a me ameaçar, os caras queriam tomar a minha câmera.

O governador desceu, nem deu atenção, daí eu criei o blog e comecei. Fiquei revoltado com a forma que me trataram, me espancaram, me jogaram na parede e no chão, ameaçaram tomar minha câmera. E o cara veio falar: “Você não vai divulgar isso”. O quê? Cheguei em casa e não sabia nem o que era blog, fui lá e criei um na hora e comecei a mandar e-mail para tudo quanto é deputado, político, não sei o que. Desde então não teve um dia que eu não colocasse 5 postais no blog. Pela primeira vez meu blog ficou sem movimentação agora, desde o dia 23.

Você concilia o blog com a advocacia?

Não, larguei a advocacia e me especializei nessa questão de rede social. No meu blog particular eu não ganho nada. Praticamente tudo o que eu uso são ferramentas disponibilizadas pela rede. Por exemplo: para você associar um twitter, um orkut, facebook, etc, para colocar teu blog lá em cima você tem que ter vários “massetes”. Não faço outra coisa da vida sem ser estudar isso, e acabei conhecendo pessoas e prestar assessoria jurídica para meia dúzia delas ganhando muito menos do que eu ganhava na advocacia. Mas minha esposa fala que hoje, antes desse acontecimento, eu sou muito mais feliz. Eu como advogado fazia 8 audiências por dia e chegava estressado em casa, eu era da área trabalhista.

Você tem o seu ponto de vista crítico, por isso e em função da falta de espaço na mídia procurou a internet para se expressar?

Você não encontra espaço. Eu sou assinante de quase todos os jornais, fora os portais de notícias como G1 e R7, e você vê que a Folha e o Estadão trazem mais matérias denunciando irregularidades no estado do Rio de Janeiro que os próprios jornais cariocas. A imprensa no Rio não traz uma denúncia sequer contra o estado. A imprensa é conivente, está todo mundo com o Cabral. No meu blog já cansei de explorar manchetes: O Globo dá uma matéria e coloca um título, a mesma matéria O Dia e a Folha dão com outro título. A matéria é a mesma, mas a manchete parece que modifica a matéria, é impressionante.

"Aonde você já viu uma Globo deixar de fazer uma mudança por causa da opinião pública?", afirma o blogueiro.

Você acha que as interpretações são muito diferentes?

Claro, tudo de acordo com os interesses de cada meio de comunicação.

Mas você falou em monopólio, que é uma coisa concentrada.

Quem monopoliza a imprensa no Rio de Janeiro a gente sabe, não precisa citar nome. E a internet vai quebrar esse negócio, tanto que no ano passado saiu uma matéria dizendo que pela primeira vez na história as agências de propaganda direcionaram mais verba para os sites de notícias do que para os meios de comunicação. A internet assumiu a liderança em recurso.

Eu estava no Complexo do Alemão com os caras invadindo, o pessoal da Globo veio chamar o comandante para me expulsar porque eu estava dando o furo antes deles. Eu tenho um telefone que eu faço a transmissão ao vivo para o meu blog. Mas eu não sou imprensa, falei para o comandante do Batalhão de Choque: o senhor me conhece e sabe que eu estou em todas as operações, você sabe que a lei de imprensa foi derrubada e o próprio ministro Marco Aurélio de Melo foi bem claro ao dizer que não existe nem mais registro do órgão competente.

Você acha que a mídia é manipulada?

Quando caiu o helicóptero no Morro dos Macacos eu estava lá, fui um dos primeiros a saber por um amigo meu da PM. Liguei o computador e nada, não tinha saído na imprensa ainda. Fui para lá e no meio da Avenida Brasil começou a noticiar o fato, quando eu cheguei a imprensa já estava lá. Começou aquela adrenalina, o mundo inteiro lá, e eu flagrei a jornalista que implorou pra mim não filmar. Uma jornalista, de uma rede de televisão, brigando com o seu superior porque ia entrar ao vivo e falava: “Porra eu não posso falar isso, não posso falar aquilo, não posso falar governador. O que eu posso falar, então?” E eu filmando ela, que ia entrar ao vivo só que o cara não deixou ela falar um monte de coisa.

Como você situa o seu caso dentro desse contexto que você relatou?

Eu não consegui ler tudo sobre o que aconteceu comigo, porque minha visão está voltando ainda, mas eu li que eu fiquei durante 4 dias no top do twitter. A maioria das críticas que as pessoas faziam era que a imprensa não estava noticiando o meu caso, estavam batendo nas grandes emissoras pesadamente, como o Boechat bateu hoje. Ontem um vereador falou que ia me mandar um vídeo, e me interou: O Faustão no domingo retrasado resolveu falar que Nova Friburgo estava mil maravilhas depois das chuvas, e um vereador disse que era mentira. Ele disse que estava tudo abandonado, escreveu tudo no twitter, dizendo que o Faustão devia se informar mais. Aquilo criou uma repercussão violenta no twitter contra as organizações Globo, criou uma repercussão muito negativa contra o Faustão. O Fausto Silva é um apresentador que não precisa fazer política, não precisa falar bem ou mal de governador, ele está acima desse patamar. Ele é apresentador, o programa é dele, e o vereador escreveu uma carta que chegou no programa. O Fausto Silva leu a carta, disse que realmente se equivocou, que realmente ainda está ruim em Nova Friburgo e tirou o dele da reta. Ou seja, foi uma retratação que o Faustão fez ao vivo, e sem a Globo autorizar ou não. Todo mundo elogiou ele no domingo, então são coisas que não aconteciam antigamente.

"Acho que não tem interesse em investigar, por mais boa vontade que o delegado tenha", critica Gama.

Aonde você já viu uma Globo deixar de fazer uma mudança por causa da opinião pública? A internet nada mais é do que a opinião pública que conseguiu, do nada, se expressar. Você reúne ali 20 pessoas e de repente tem mil, e aonde nós vamos parar? Nos Estados Unidos já tem as televisões saindo com internet. O grande problema dos grandes meios de comunicação era o controle remoto, você mudava de canal. E quando vir a televisão em que você aperta um botão e entra no Blog do João da Silva? Então não se sabe mais onde isso vai parar. A gente tem visto revoluções, o rei do Egito que caiu e uns dizem que foi por causa da internet. Informação é tudo.

E a liberdade de expressão, qual a sua visão conceitual?

Foi o que um cara falou ontem pra mim, não interessa se o Jair Bolsonaro falou uma besteira, ele tem o direito de falar. Até para a gente respeitar a maioria, temos que ouvir o que a minoria fala. Como vamos saber se a voz da maioria é correta se a gente não ouvir a minoria que fala uma besteira? O Jair Bolsonaro tem o direito de falar a besteira dele, existe a lei, ele vai responder se exagerou. Foi o que eu falei, se não está satisfeito com o que eu coloco no meu blog me processa e eu vou responder por isso. Eu sei que eu posso responder criminal e civilmente, mas me dar 6 tiros?

E a investigação, como está?

Investigação? Até hoje (11/04) não me chamaram. Lá na escola que aquele psicótico matou 11 alunos prenderam 2 caras que há um ano atrás venderam a arma para ele. Quando a polícia quer, a polícia é eficiente. Esse que é o problema, eu nem chamado para depor fui. Eu ia hoje na delegacia e disseram que o inquérito está sob sigilo, por quê? Acho estranho, eu sou parte e advogado, tenho direito de ter acesso ao inquérito. Tem que andar, era dia de feira, dezenas de pessoas na rua, 11h da manhã, um cara me dá 6 tiros e entra num carro e ninguém vê nada? Já ouvi muito boato de que não tem interesse em investigar e noticiar. Eu tenho os meus suspeitos, já venho recebendo ameaças há um ano. Tem um monte de comentário no blog que eu nunca apaguei.

Acho que não tem interesse em investigar, por mais boa vontade que o delegado tenha. Conheço a fundo a máquina judiciária, a delegacia de polícia não tem como trabalhar, até hoje não fui chamado para fazer uma perícia. O delegado e o inspetor foram me ouvir na cama, e depois fizeram uma oitiva informal. Eles foram super atenciosos comigo. E teve uma bala extraviada do Copa D’or, que tirou a bala mas não chegou na delegacia. A sociedade continua frágil como ela sempre foi, você cala uma pessoa com uma facilidade impressionante. É a imprensa que protege a sociedade, e o dia que o povo se conscientizar disso o Brasil vai ser outro. Vocês jornalistas fazem o trabalho de vocês, mas chega lá na frente no editorial e sabe o que acontece né…

Vai continuar no blog e com a mesma linha?

Sem dúvida, não há a possibilidade de parar. Vou tomar mais cuidado, não tenho peito de aço nem sou super homem, mas parar não vou. O meu objetivo é montar um site de notícias, viver disso. Se necessário for, até para ganhar um respeito maior, faço uma faculdade de jornalismo. Meu objetivo é mostrar a verdade, fazer um site de notícias imparcial. Nada de se é o governador fulano ou ciclano. Eu acho que a população tem o direito e deve saber a verdade acima de tudo. O povo não pode ser enganado.

E isso é um caminho sem volta, não tem mais como a verdade ficar escondida, a internet criou uma fronteira que não vai se fechar mais. É liberdade de informação, o povo precisa saber da verdade. Você não chega a nenhum lugar nem resolve nada na vida se você não souber a verdade.

REVISTACONSCIÊNCIA NET

domingo, 8 de maio de 2011

Pegando uma carona muito boa

Foto tirada durante a implosão dos prédios conhecidos como Esqueleto e He-Man, localizados na Rua Álvaro Alberto, em Santa Cruz em 2009

Um determinado vereador de Santa Cruz, andou hoje pelo bairro com um carro de som dizendo que junto a comissão da saúde peitou o prefeito e logo conseguiu a licitação para a reforma do HOSPITAL ESTADUAL PEDRO II. Na realidade todo mundo sabe que é o Deputado Paulo Ramos e a Deputado Janira Rocha que estão lutando para reabrir o Pedrão. A Deputada Lucinha também entrou na briga, embora seu partido quer privatizar pra levar o seu O único vereador que vem lutando para reabrir o Pedro II , sem a privatização é o Paulo Pinheiro, o resto está tentando lotear os hospitais com as "OSs ( Organizações Sociais). Alguns deles já fazem o quem bem querem, nomeiam seus parentes e amigos, e empresas suspeitas,tem até amigos de vereador com cargos de chefia que são exclusivos de funcionários de carreira.

sábado, 7 de maio de 2011

APÓS INCÊNDIO CRIMINOSO O HOSPITAL ESTADUAL PEDRO II PERMANECE FECHADO




O transformador que explodiu foi devido um ato criminoso, pois já existia um projeto de municipalização. Cabral está acabando com a saúde pública, na ânsia de implantar as OSs ( organizações sociais ) ele está sucateando a saúde.

O Hospital Rocha Faria não tem condições de atender à população, pois já estava com superlotação desde a época que Hospital Estadual Pedro II funcionava.
Para à saúde pública sair da UTI, não basta municipalizar ($$$) os hospitais da rede Estadual. É preciso reaparelhamento e salário digno para os profissionais da saúde. É preciso fazer um mea-culpa, e não ficar contruíndo UPAs que não serve para nada, pois nunca tem médicos e a população morrendo nas filas.

A MILÍCIA ATUANDO COMO NUNCA! Minha Casa, Minha Vida já está sob o domínio de milícia na Zona Oeste

A milícia chefiada pelo ex-PM Ricardo Teixeira da Cruz, o Batman, vem impondo a cobrança de "taxas de segurança" a cerca de dez mil moradores de 2.709 imóveis em 11 conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa. Minha Vida em Campo Grande, Cosmos e Realengo, na Zona Oeste do Rio. Preocupado com a situação, o secretário municipal de Habitação, Jorge Bittar, disse que a atuação dos grupos paramilitares pode pôr em risco a continuidade do programa federal, que prevê a entrega este ano de 12 mil unidades, 80% delas na região.

A situação no condomínio Ferrara é a mais grave. Lá, os milicianos aproveitaram que o conjunto ainda não havia recebido todos os moradores cadastrados pela secretaria e

A invadiram 143 unidades. Temos informações de que os imóveis estavam sendo vendidos

Os milicianos cobram por tudo. Um botijão de gás custa até R$ 5 mais caro por causa do ágio. E quem não paga é proibido de comprar em outro lugar. Outro dia, um morador levou uma tapa na cara por ter comprado o botijão fora do esquema. Apanhou calado e ainda teve o botijão roubado

Pedido de cassação do governador SÉRGIO CABRAL

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já recebeu 13 recursos contra a expedição de diploma de governadores eleitos em 2010. Dois deles contestam a eleição de Roseana Sarney, governadora do Maranhão. Outros pedem a cassação do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e do governador do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli. Do total de recursos apresentados até o momento, três já estão em fase de produção de provas.


quinta-feira, 5 de maio de 2011

OS BOMBEIROS PEDEM SOCORRO!

COMUNICADO URGENTE: JUNTOS SOMOS FORTES!





Dia 10 de maio, às 14h em frente a ALERJ, vamos apoiar nossos bombeiros!

terça-feira, 3 de maio de 2011

Questionado sobre as imagens da superlotação do Hospital Estadual Rocha Faria, o SECRETÁRIO DE SAÚDE SÉRGIO CÔRTES preferiu não se manifestar!

Imagens da TV mostram só ‘um pouco’ da realidade no Rocha Faria, diz servidora


video

As imagens de pacientes sendo atendidos no corredor e do desespero de pacientes sem atendimento, divulgadas pelo jornal regional da Rede Globo na noite de segunda-feira (2), são apenas “um pouco da realidade do que acontece no Rocha Faria” no dia-a-dia. É o que afirma a servidora Clara Fonseca, presidenta da associação dos funcionários do hospital e diretora do Sindsprev-RJ.

“Aquilo é direto e a imagem nem é tanta gente não, tem dias que você não consegue passar no corredor, tem que dar a volta”, diz a servidora, referindo-se às dezenas de pacientes em macas no corredor da Emergência, exibidas no RJ TV e obtidas através de uma câmara escondida. “As macas das ambulâncias, e as ambulâncias, ficam presas no hospital”, diz sobre algo também denunciado pela reportagem e que acontece porque faltam leitos e mesmo macas na unidade para atender à demanda de pacientes.

Segundo Clara, é provável que nesta terça-feira (3) o secretário estadual de Saúde, Sergio Cortez, visite o hospital tentando explicar o que é inexplicável – a falta de investimento na saúde pública - e responsabilizar servidores pelos problemas. “Mesmo com os funcionários transferidos do Pedro II, não se consegue dar conta”, disse, ao afirmar que os trabalhadores estão sobrecarregados.

Os seis meses de fechamento do Hospital Pedro II, em Santa Cruz, vêm sobrecarregando as demais unidades da Zona Oeste, entre elas o Rocha Faria, que fica em Campo Grande. O Pedro II foi fechado no mesmo dia de um princípio de incêndio na subestação de energia da unidade, sob protesto de servidores e do Sindsprev-RJ e com a promessa do governo estadual de que entraria em obras e seria reaberto em até seis meses. Posteriormente, a gestão do hospital foi transferida para a Prefeitura do Rio, em meio a denúncias de que se tratava de uma manobra para privatizá-lo – e que, na avaliação da dirigente do sindicato, tem como ser reaberto a qualquer momento. Passados seis meses, as obras nem sequer começaram.

SINDSPREV